Rumo ao corpo perfeito

sábado, 29 de setembro de 2012

lindos e perfeitos





Elimine 6 quilos em 1 mês e evite a flacidez


O cardápio é rico em proteína extra, por isso, evita a perda de músculos essenciais para manter o corpo durinho!
A solução para um corpo firme passa obrigatoriamente pelos alimentos que você coloca no prato. E a proteína (aliada da massa muscular) não pode ser deixada de lado. Ao contrário: neste cardápio, corresponde entre 20% e 30% das calorias que você pode consumir no dia. Também há equilíbrio na proporção em que ela entra no café da manhã, almoço e jantar. Afinal, os estudos mostram que só os primeiros 30 gramas de protéina ingeridos numa refeição constroem músculos. “O restante pode ser estocado na forma de gordura”, alerta Beatriz Moraes, nutricionista da Equilibrium Consultoria em Nutrição e Bem-Estar, em São Paulo. Aqui, a nutricionista Luana Grabauskas, também da Equilibrium, direcionou parte da proteína para os lanches – assim fica mais fácil você amansar a fome e seguir a dieta. Outra medida importante: combinar no prato duas fontes do nutriente pró-músculos. Carne e grão-de-bico, por exemplo. “A digestão da proteína desses alimentos acontece em momentos diferentes. Com isso, o organismo tem mais chance de aproveitá-la para o aumento da massa muscular”, diz Beatriz. Prepare-se também para consumir bebidas à base de soja e whey protein (proteína isolada do soro do leite). Assim, você emagrece fácil e sem ficar flácida! 



Menos gordura e mais músculos 
Para montar o menu do dia, combine as opções das refeições como preferir. Se quiser, repita as sugestões de que você mais gostou nos outros dias:

Café da manhã* 
Opção 1: 1 pote de iogurte desnatado com 5 morangos picados e 1 col. (sopa) de quinua em flocos (adoçante opcional) + 1 torrada integral com 1/2 col. (sopa) de queijo cottage light (ou creme de ricota light)

Opção 2: Vitamina de fruta: 1 copo (200 ml) de leite de soja batido com 1 fruta (maçã, pera ou maracujá) e 1 col. (sopa) de aveia (ou quinua em flocos) + 1 fatia de pão integral light com 1 fatia de ricota e 1 fio de azeite

Opção 3: 1 fatia de pão integral light com 2 fatias de peito de peru light e 1 fio de azeite + 1 copo de iogurte desnatado com 1 fatia de papaia (ou 1/2 banana) picada

Opção 4: 2 torradas integrais light com 1 ovo mexido + 1 copo (200 ml) de leite de soja light batido com 1 fatia de melão

Opção 5: 2 fatias de pão integral light com 1/2 col. (sopa) de creme de ricota light (ou 1/2 col./sopa de queijo cottage light) + 1/2 pote de iogurte desnatado batido com 1/2 copo (100 ml) de leite de soja light e 1 fatia de papaia

*Chá e café à vontade (adoçante opcional). 
Lanche da manhã

Opção 1:
 1 fruta (pera, pêssego, maçã, mexerica) + 1 castanha-do-pará

Opção 2: 1 caixinha de suco à base de soja + 1 barrinha de cereais integrais light

Opção 3: 1 caixinha de suco de fruta light + 3 amêndoas cruas sem sal

Opção 4: 1 bananinha sem açúcar + 2 nozes

Opção 5: 2 cookies integrais + 2 damascos secos

Almoço

Opção 1:
 Salada: repolho em tiras finas, 1/2 pepino e 1/2 tomate em rodelas + 3 col. (sopa) de mandioquinha, batata e inhame cozidos, assados ou refogados + 1 filé (100 g) de frango grelhado com molho de tomate e manjericão + 2 col. (sopa) de arroz integral (ou branco com legumes) + 1/2 concha (média) de feijão (grão-de-bico, soja ou lentilha)

Opção 2: Salada: mix de folhas verdes (alface roxa, alface-americana, rúcula) e 1/2 pepino japonês + 3 col. (sopa) de abobrinha refogada com tomate e cebola + 1 hambúrguer de peru (ou soja) grelhado + 4 col. (sopa) de arroz branco com lentilha

Opção 3: Salada: mix de folhas verdes, cenoura ralada e tomate-cereja + 2 col. (sopa) de abóbora cozida (ou berinjela refogada com tomate e cebola) + 1 filé (100 g) de carne magra (filé mignon, patinho, coxão mole) grelhado ou acebolado + 3 col. (sopa) de arroz integral + 3 col. (sopa) de grão-de-bico cozido

Opção 4: Salada: mix de folhas verdes e beterraba crua ralada + 2 col. (sopa) de ervilha fresca cozida + 1 batata média assada com ervas + 1 filé médio (100 g) de peixe (badejo, salmão) assado com ervas

Opção 5: Salada: mix de folhas verdes com rabanete em rodelas 1 escumadeira de macarrão integral com 2 almôndegas cozidas ao molho sugo

Lanche da tarde

Opção 1:
 1 pote de iogurte light de frutas + 2 cookies integrais

Opção 2: 1 fatia de pão integral light com 1 fatia grossa de queijo branco

Opção 3: 1 taça de gelatina preparada com 1 dose de whey protein (ou 1 copo/200 ml de suco de fruta batido com 1 dose de whwy protein)

Opção 4: 1 copo (200 ml) de bebida à base de soja + 1 barrinha de quinua (ou de cereais integrais light)

Opção 5: 1 barra pequena de proteína (ou 1/2 barra grande de proteína)

Jantar

Opção 1:
 Salada completa: mix de folhas (alface, rúcula, agrião), 8 tomates-cereja, 1 lata de atum light (ou 5 sticks de kani kama), 2 col. (sopa) de milho (ou de quinua em grãos cozida)

Opção 2: Salada: mix de folhas com beterraba e cenoura cruas e raladas + 3 col. (sopa) de carne moída (ou 2 col./sopa de carne-seca desfiada) + 2 col. (sopa) de purê de mandioquinha

Opção 3: Salada: repolho roxo em tirinhas com tomate e cebola em rodelas + 1 filé (100 g) de peito de frango grelhado + 2 col. (sopa) de arroz branco com brócolis

Opção 4: Salada: mix de folhas com rabanete e pepino japonês em rodelas + 1 col. (sopa) de abobrinha e berinjela refogadas + 1 posta (100 g) de peixe assado ou cozido com tomate + 2 col. (sopa) de purê de batata

Opção 5: Salada: mix de folhas com 1/2 abobrinha crua ralada + 2 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de frango em cubos cozido com tomate e cebola (tipo frango xadrez)

Ceia
Opção 1: 1 pote de iogurte light de frutas

Opção 2: 1 copo (200 ml) de leite desnatado com cacau em pó (adoçante opcional)

Opção 3: 1 copo (200 ml) de bebida à base de soja light

Opção 4: 1 copo (200 ml) de suco de fruta batido com 1 dose de whey protein

Opção 5: 1 fatia média de queijo branco

Dieta do abdômen sequinho elimina 4 kg (ou mais!) em 30 dias

Você está mais perto do que imagina de trocar a barriguinha por um abdômen à prova de biquíni e vestido justinho. É só seguir a dieta que evita o acúmulo de gordura e a aula de muay thai que vai derreter os excessos.


A dupla exercício e dieta sempre faz você emagrecer. Mas como o Projeto Barriga Chapada foi criado para ajudá-la a deixar o abdômen lisinho, o cardápio traz combinações que facilitam esse objetivo - ou seja, você perde peso e barriga. Então, prepare-se para criar o hábito de sempre montar o prato com carboidrato complexo (arroz, pão e massa integrais), proteína magra (queijo branco, frango, peixe e carne vermelha sem gordura) e gordura boa (salmão, atum, azeite extravirgem, sementes  e castanhas). "Combinar esses nutrientes no mesmo prato, em proporções adequadas, garante refeições de baixo índice glicêmico, evitando picos de açúcar no sangue", explica Suzana Bonumá, que elaborou a dieta em parceria com Juliana Tamashiro, ambas nutricionistas da Food Coach, em São Paulo. Resultado: o organismo acumula menos gordura e se livra com mais facilidade daquelas já  existentes. A fome também vai embora rapidamente e demora mais para voltar. As verduras, legumes e frutas são importantes para complementar o cardápio com vitaminas que fortalecem o sistema imunológico, garantindo que você siga todo o programa sem perder o pique e preserve a saúde. No sábado e domingo, a dieta dá direito a algumas comidinhas extras (confira em "Fim de semana feliz"). Mas, de segunda a sexta-feira, monte as refeições como nas fotos, escolhendo uma opção de cada grupo. Assim, você consome cerca de 1300 calorias por dia. E logo nota a barriga mais retinha! 

CAFÉ DA MANHÃ

Para montar as refeições, escolha um item de cada grupo
Carboidrato complexo + gordura boa • 2 torradas light com grãos: 56 cal
• 1 col. (sopa) de granola com castanhas: 62 cal
• 1/2 xíc. (chá) de cereal integral sem açúcar + 2 amêndoas: 63 cal
• 2 pães suecos com linhaça: 61 cal
• 4 minicookies com castanha-do-pará: 67 cal

Proteína magra • 1 pote de iogurte light de fruta ou natural desnatado: 76 cal
• 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado: 80 cal
• 2 col. (sopa) de queijo cottage: 87 cal
• 5 fatias de peito de peru light ou de presunto magro: 67 cal
• 1 fatia grossa de ricota: 87 cal

Fruta • 10 morangos grandes: 60 cal
• 1 col. (sopa) de geleia de fruta sem açúcar: 63 cal
• 1 fatia grossa de melão: 65 cal
• 1/3 de papaia: 66 cal
• 1 fatia média de melancia: 75 cal

ALMOÇO

Os vegetais crus e cozidos garantem fibras, vitaminas e minerais
 
 Gordura boa • 1 col. (sobremesa) de azeite extravirgem + sal e limão: 70 cal
• 1 ½ col. (sopa) de molho vinagrete: 78 cal
• 5 azeitonas + 1 col. (sobremesa) de linhaça: 70 cal
• 2 nozes: 70 cal

Vegetal cru • 1 prato (sobremesa) de rúcula ou agrião: 15 cal
• 5 rodelas de tomate: 15 cal
• 2 col. (sopa) de beterraba ou cenoura ralada: 15 cal
• 1 col. (sopa) de abobrinha ralada: 15 cal

Vegetal cozido • 2 col. (sopa) de creme de espinafre: 96 cal
• 1 prato (sobremesa) de brócolis ou couve-flor refogado: 80 cal
• 3 col. (sopa) de couve refogada: 82 cal
• 4 col. (sopa) de abóbora refogada: 80 cal

Proteína magra • 1 filé médio (120 g) de salmão grelhado: 167 cal
• 1 filé (120 g) de frango ao molho mostarda: 186 cal
• 1 hambúrguer de soja (80 g) grelhado: 188 cal
• 4 almôndegas pequenas de frango: 160 cal

Carboidrato complexo • 3 col. (sopa) de arroz 7 cereais: 154 cal
• 3 col. (sopa) de fusilli integral ao sugo: 212 cal
• 4 col. (sopa) de quinua em grão cozida: 166 cal
• 4 col. (sopa) de cuscuz marroquino: 193 cal

LANCHE DA MANHàE DA TARDE

No primeiro lanche, entre o café da manhã e o almoço, combine uma fruta com uma opção de carboidrato. No segundo, entre o almoço e o jantar, acrescente uma opção de proteína ou de gordura
 Fruta • 4 damascos: 86 cal
• 1 maçã média: 84 cal
• 1 pera média: 80 cal
• 3/4 de xíc. (chá) de salada de frutas: 90 cal

Carboidrato complexo
• 1 col. (sopa) de granola light: 72 cal
• 2 col. (sopa) de cereal de fibras (tipo All Bran): 70 cal
• 1 fatia fina de bolo integral simples: 90 cal
• 4 biscoitos salgados integrais sem recheio: 70 cal

Proteína magra • 1 copo (200 ml) de leite de soja: 82 cal
• 2 queijinhos fundidos light (tipo Polenguinho): 70 cal
• 1 fatia média de queijo branco: 79 cal
• 1/2 barra de proteína: 80 cal

Gordura boa • 2 castanhas-do-pará: 70 cal
• 12 amêndoas: 67 cal
• 1 col. (sopa) de soja tostada (tipo snack): 69 cal
• 2 barrinhas de gergelim e linhaça: 80 cal

JANTAR 

À noite, a porção de carboidrato é menor. Mas continua sendo importante
VegetaL cozido • 1 pires (chá) de vagem refogada: 45 cal
• 5 aspargos grelhados: 50 cal
• 1 prato (fundo) de sopa de verduras: 60 cal
• Cogumelos (150 g) refogados com shoyo: 57 cal

Proteína magra • 1 porção de frango (120 g) ensopado: 211 cal
• 1 porção (100 g) de picadinho de carne refogado com tomate e alho-poró:  234 cal
• 1 porção (100 g) de frango xadrez: 228 cal
• 1 filé médio (120 g) de salmão com molho de maracujá: 230 cal

VegetaL cru • 1 prato (sobremesa) de alface-roxa, tomate e palmito: 25 cal
• 1 prato (sobremesa) de rúcula e agrião: 16 cal
• 1 prato (sobremesa) de acelga: 16 cal
• 1 prato (sobremesa) de couve: 16 cal

Carboidrato complexo • 1 tortilha média integral (tipo Rap 10): 100 cal
• 1 col. (sopa) de croûton natural integral: 90 cal
• 1/2 concha de lentilha cozida: 93 cal
• 3 col. (sopa) de grãode-bico cozido: 90 cal

Gordura boa • 1 col. (sopa) de molho vinagrete: 45 cal
• 1 col. (chá) de azeite extravirgem + sal e limão: 42 cal
• 1 col. (sobremesa) de semente de girassol: 48 cal
• 1 col. (sobremesa) de linhaça: 50 cal

Fim de semana feliz

O ideal é manter a dieta no sábado e domingo. Mas você tem
direito a 350 calorias extras (total para os dois dias). Nesta lista,
qualquer uma das sugestões tem esse valor - ou chega perto!

Sanduíche • 1 hambúrguer grelhado simples (150 g)
• 1 hot dog (135 g)
• 1 ½ queijo quente (150 g)

Petisco • 1 porção média (125 g) de batata frita
• 6 onion rings (40 g)
• 4 minipastéis (35 g)

Bebida • 3 taças (410 ml) de vinho tinto ou prosecco
• 1 copo (150 ml) de caipirinha de limão com adoçante
• 2 ½ latinhas (810 ml) de cerveja

Chocolate • 1/2 tablete (63 g) ao leite
• 2/3 do tablete (67 g) com 70% de cacau
• 4 bombons (tipo Alpino)

Sorvete • 7 picolés de limão
• 3 bolas médias de sorvete de creme
• 1 pote (485 g) de sorvete de iogurte (tipo Yogo Molico)

Doce • 1 fatia pequena (75 g) de bolo de chocolate coberto e recheado
• 6 brigadeiros médios (15 g cada um)
• 6 col. (sopa) de goiabada cremosa

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Perca 3 kg em apenas 1 semana


O segredo é simples: corte ao máximo os alimentos industrializados do seu cardápio! 




Imagine que você voltou no tempo e é uma mulher das cavernas. O que você comeria? Num mundo sem alimentos industrializados e que fazem mal à saúde, você viveria melhor e mais magra.
Então, por que não começar agora uma dieta na qual irá consumir apenas alimentos naturais? Frutas frescas, verduras, legumes, nozes, ovos e frutos do mar são alguns alimentos naturais que podem (e devem) ser incorporados ao seu dia a dia.
Confira as dicas da coordenadora da área de nutrição da rede Mundo Verde, Flávia Morais, e o cardápio elaborado pela nutricionista do Emagrecentro, Vivian Goldberger, para perder até 3 kg em uma semana.
CONFIRA: 6 motivos para seguir essa dieta!
1) Você come menos sem perceber
Pesquisas revelam: quem segue a dieta dos alimentos naturais consome 400 calorias a menos do que quem segue a dieta mediterrânea (conhecida pelo baixo consumo de gordura animal), sentindo-se igualmente satisfeita. Isso acontece porque você consome mais proteínas, dando ao organismo uma sensação maior de estar com o estômago cheio.
2) Bloqueia o excesso de calorias
Seguir essa dieta também faz com que a pessoa consuma 45% mais fibras do que as outras. Esses nutrientes queimam as gorduras, para que não sejam  absorvidas.
3) Reduz os riscos de doenças do coração
Pesquisas revelaram que aumentar o consumo de frutas frescas, verduras e legumes de três para seis porções ao dia pode diminuir os riscos de doenças cardíacas e AVC em até 20%.
4) Diminui os níveis de colesterol
Estudos mostraram que pessoas que consomem nozes todos os dias diminuíram em até 7% o colesterol ruim do organismo. Inclua no seu cardápio diário duas unidades.
5) Você pode evitar a obesidade
Na maioria das vezes, alimentos industrializados sofrem adição de substâncias (corantes e conservantes) que melhoram sua cor, sabor, aroma e textura. Além disso, eles contêm açúcares e gorduras, substâncias relacionadas à obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares. Ao preferir alimentos naturais, você consome
mais nutrientes, fibras e menos açúcares, prevenindo várias doenças.
6) Protege contra hipertensão
Alimentos industrializados também possuem grande quantidade de sódio, o que colabora para o aumento da pressão sanguínea.
Siga o nosso cardápio e fique seca rapidinho
Segunda-feira
· Café da manhã: 1 fatia de melão + 1 fatia de pão integral caseiro com 1 fatia de tofu + 1 xícara de chá verde
· Lanche: 1 banana em rodelas salpicadas com farelo de aveia integral
· Almoço: 1 fatia grande de quibe assado de proteína de soja + 2 colheres (sopa) de purê de grão-de-bico
· Lanche: 1 copo (100 ml) de suco de melão
· Jantar: Salada agridoce (manga, repolho, feijão-fradinho, cenoura, semente de girassol, hortelã, limão, mel, vinagre balsâmico, óleo de gergelim) + 1 fatia de melão
· Ceia: 1 xícara de chá de gengibre
Terça-feira
· Café da manhã: 1 copo (200 ml) de suco de laranja com 1 colher (sopa) de farinha de maçã
· Lanche: 1 ameixa
· Almoço: 1 abobrinha média recheada com ricota, cebola picadinha e salsa gratinada
· Lanche: 1 copo (100 ml) de suco de laranja com acerola
· Jantar: 1 prato raso de salada de lentilha, tomate, cebola roxa, queijo gorgonzola, vinagre balsâmico, tomilho e salsinha + 1 tangerina
· Ceia: 1 xícara de chá verde
Quarta-feira
· Café da manhã: 1 taça com 6 morangos grandes salpicados com 1 colher (sopa) de flocos de aveia integral + 1 copo (100 ml) de chá verde
· Lanche: 1 cacho de uvas
· Almoço: 2 pegadores de macarrão integral com molho ao sugo
· Lanche: 1 copo (200 ml) de limonada
· Jantar: 1 prato fundo de sopa de feijão-branco e legumes + 1 taça de morangos
· Ceia: 1 xícara de chá de gengibre
Quinta-feira
· Café da manhã: 1 copo (200 ml) de suco de caju + 1 fatia de pão integral caseiro + 1 fatia média de tofu salpicado com orégano
· Lanche: 1 fatia de abacaxi com folhinhas de hortelã raladas
· Almoço: 1 prato raso de salada de folhas verdes com cenoura baby + 2 colheres (sopa) de purê de mandioquinha + 3 almôndegas de frango
· Lanche: 1 copo (200 ml) de suco de caju
· Jantar: 1 prato fundo de sopa de cebola com croûtons de pão integral + 1 fatia de abacaxi
· Ceia: 1 xícara de chá verde
Sexta-feira
· Café da manhã: 1 taça de salada de frutas salpicada com 1 colher (sopa) de farinha de maçã
· Lanche: 1 copo (200 ml) suco de goiaba almoço: 1 prato raso de salada 4 grãos (arroz integral, cevadinha, quinoa, trigo integral, óleo de gergelim, coco fresco
ralado)
· Lanche: 50 g de soja tostada
· Jantar: 1 prato fundo de caldo de carne caseiro salpicado com cheiro-verde + 1 goiaba vermelha
· Ceia: 1 xícara de chá de gengibre
Sábado
· Café da manhã: 1 copo (250 ml) de suco de laranja com acerola e beterraba sem coar
· Lanche: 1 tangerina
· Almoço: 1 hambúrguer de quinoa com mandioca e legumes diversos
· Lanche: 50 g de mix de frutas desidratadas
· Jantar: 1 prato raso (sobremesa) de salada de folhas + 1 tomate cru grande recheado com ricota temperada + 1 kiwi
· Ceia: 1 xícara de chá verde
Domingo
· Café da manhã: 1 copo (250 ml) de vitamina de morango com leite de soja
· Lanche: 2 cookies de aveia integral
· Almoço: 1 pedaço de frango assado sem pele + 1 pegador de nhoque de abóbora ao sugo
· Lanche: 1 copo (200 ml) de suco de morango
· Jantar: 1 sanduíche (2 fatias de pão integral com patê de tofu e tomate seco com folhas de rúcula) + 1 copo (100 ml) de água de coco
· Ceia: 1 xícara de chá de gengibre
Lembre-se: Lave bem os alimentos antes de consumi-los para evitar resíduos de agrotóxicos

Sete leis pra secar a barriga em dez dias


Conheça os segredos do cardápio que desincha, afna a cintura, faz o intestino funcionar e queima 3 kg



 Dá pra secar barriga em dez dias. Um cardápio rico em fibras, proteínas e com alguns carboidratos integrais dá conta do recado. Um segredo é simples: não beber água durante as refeições para o estômago não dilatar.
Troque a farinha branca pela integral. O carboidrato refinado, ou seja, a farinha branca dos pães e massas, tem absorção rápida e aumenta a produção de açúcar, que é estocada em gordura no corpo. Massas integrais têm fibras que regulam o intestino, são absorvidas lentamente, produzem menos açúcar e eliminam gordura.

Quanto mais proteína, mais força pra você. Para incrementar a dieta que alisa o abdome, capriche nas porções de proteína, como carnes brancas e ovos. Ela dá saciedade e ajuda a emagrecer sem flacidez. O nutriente evita picos de insulina – hormônio que, produzido em excesso pelo organismo, contribui para o aumento dos estoques de gordura, especialmente na barriga. Só modere a carne vermelha, que tranca o intestino e forma gases, aumentando a barriga.

Consuma alimentos que desincham. O cardápio rico em nutrientes diuréticos (como suco verde) e frutas (como abacaxi e melão) ajuda a eliminar toxinas pela urina. Ou seja: você vai fazer xixi à beça e diminuir medidas. Pode trocar o chá verde por sucos com hortelã, agrião, espinafre e couve, que são desintoxicantes. Frutas como kiwi, pera e melancia são diuréticas. Vitaminas e minerais encontrados em vegetais verde-escuros e salsinha ajudam a desinchar.

Intestino em dia. Intestino preso dá mau humor, cansaço e barriga dilatada. Além disso, faz a vontade de comer doce aumentar (grrr, que raiva!). Inclua feijão, lentilha, grão-de-bico e soja no cardápio. São fontes de magnésio, que ajudam nos movimentos intestinais. Óleos de coco e de nozes, a linhaça e o gergelim dão saciedade, fornecem ômega 3, a gordura boa que regula o intestino.

O jeito certo de se hidratar. Tomar água é limpar o organismo! Mas nunca tome água (ou qualquer outro líquido) durante as refeições. Com a comida, os líquidos dilatam o estômago, o que faz você ter vontade de preencher o espaço vazio depois. Ou seja: vai comer mais quantidade. O ideal é beber água ou sucos naturais sempre uma hora antes das refeições. Vale a pena: com hidratação, o intestino funciona muito melhor!.

Acelere o metabolismo. Alimentos termogênicos, como a canela e a pimenta, aceleram o metabolismo e a temperatura corporal interna. Com isso, queimam mais calorias e ajudam a emagrecer. Um truque para acabar com a vontade de comer doce é tomar um copo de leite quente com canela antes de dormir. Além de queimar gordura, a mistura pode ganhar uma gota de mel, que vai saciar essa vontade.

Bora pro exercício! Correr, andar de bicicleta e caminhar são exercícios aeróbicos ideais para secar a barriga e eliminar a gordura localizada. O ideal é exercitar-se 40 minutos por dia, quatro vezes por semana. E vale investir em abdominais. Três vezes por semana, faça três séries de 20 repetições. São os mais eficientes.

CARDÁPIO SECA-BARRIGA
Café da manhã
1/2 mamão papaia com 1 col. (sobremesa) de linhaça
1 col. (sobremesa) de óleo de coco
1 copo de leite de soja
1 fatia de pão integral
3 fatias de peito de peru

Lanche da manhã
250 ml de suco verde (opção: suco de couve, abacaxi e água de coco ou 1 pera ou 1 fatia de melão)

Almoço
Salada de alface, 3 fatias de abacaxi,
1 col. (sopa) de cenoura cozida,
1 col. (sopa) de salsinha. Tempere com azeite.
2 col. (sopa) de arroz integral
2 col. (sopa) de feijão
1 filé de frango grelhado (opção: 1 omelete ou 1 filé de peixe)
1 col. (sopa) de brócolis ao vapor com alho
1 kiwi (opção: morango ou abacaxi)

Lanche da tarde
Bata no liquidificador: 250 ml de leite integral, 1/2 maçã, 1/2 banana, 1 noz

Jantar
250 ml de água de coco
Salada: 1/2 prato de agrião, alface lisa, 4 tomates-cereja, 1 col. (sopa) de beterraba cozida, 1/2 col. (sobremesa) de semente de gergelim. Tempere com azeite.
Omelete de espinafre assado: refogue o espinafre em alho e jogue fora a água que sobrar. Bata no liquidificador 1 gema com 2 claras e despeje sobre o espinafre. Leve ao forno por dez minutos.
1 fatia de melão

Lanche da noite
1 copo (150 ml) de leite de soja morno com pitadas de canela

Mitos sobre chá verde, shakes e óleo de coco


Descubra por que nem tudo o que se ouve sobre esses produtos é verdade

Nem tudo é válido quando se trata de emagrecimento. Em busca de um corpo magro, não raro, mulheres apelam, sem orientação, para anfetaminas – inibidor de apetite proibido no Brasil, produtos naturais à base de folhas e ervas, shakes, pílulas, entre outros. Mas, é importante lembrar que, do mais inofensivo chá ou mais agressivo remédio, esse produtos são capazes de produzir efeito contrário ou, até mesmo, serem prejudiciais à saúde.
Por esse motivo, a primeira dica é: não acredite em tudo o que você ouve. E a segunda: “mantenha uma alimentação saudável e pratique exercícios físicos com frequência. Ainda assim, se a ingestão de qualquer produto for necessária, deve ser acompanhada de um profissional”, recomenda a nutricionista Joana Botas.

Chá Verde

O hábito de tomar chá verde está diretamente relacionado a dietas e fórmulas “mágicas” de emagrecimento. Na verdade, a bebida tem substâncias termogênicas, que aceleram o metabolismo e, como consequência, ajuda na queima de gorduras.
Entretanto, o fato isolado de beber chá verde não significa que o consumidor irá emagrecer. Não adianta tomar doses regulares do produto e não manter hábitos saudáveis.

Shakes

Os shakes, em geral vinculados a laboratórios particulares, ajudam na batalha contra os quilinhos a mais, porém desde que sejam usados corretamente. Esse produto foi criado para substituir uma das principais refeições do dia, almoço ou jantar. Mais uma vez, sozinho o produto não causa qualquer efeito. Pelo contrário, se alguém resolver apenas beber shake, sem excluir uma refeição, ela pode acabar ganhando alguns quilos a mais.

Óleo de Coco

Novamente o “tratamento” para emagrecer esbarra na falta de informação. Na forma líquida, o óleo de coco pode ser usado para substituir o óleo tradicional no preparo dos alimentos. Uma das vantagens é que ele faz parte do grupo de gorduras vegetais e, por isso, é mais saudável. Em contrapartida, é rico em gorduras saturadas e, quando consumido em excesso ou simultaneamente a outros alimentos “gordos”, pode aumentar o peso.
“Nenhum produto natural ou manipulado é tão mágico a ponto de queimar sozinho as gorduras do corpo, a não ser remédios proibidos, que nunca são indicados”, alerta a nutricionista. “Portanto, vale tomar chá verde, por exemplo, se aliar o consumo a um hábito de vida mais saudável”, finaliza Joana.

Chás e alimentos que ajudam a emagrecer

Curte ae....

Comentarios